LookAll BR

Localizada na cidade de maringa.

Maringá – Paraná – Brasil
(44) 3024-4610
Seg-Sex 8:30am-5:00pm
CONTATO@LookAll.br
24 X 7 online support
O que é SEO: o guia completo para você entender o conceito.

O que é SEO: o guia completo para você entender o conceito.

O que é SEO: o guia completo para você entender o conceito.
 Marketing Digital Marketing Digital SEO

O que é SEO: o guia completo para você entender o conceito.

O que é SEO: o guia completo para você entender o conceito.

Mais de apenas oferecer um conteúdo efetivo e de qualidade, sites que tentam ter um destaque maior dentro do meio online têm de se adequar a alguns padrões de uso e de otimização do conteúdo para conseguirem atingir esse objetivo. Uma dessas técnicas que deixam o conteúdo mais compatível com certas normas é o SEO (Search Engine Optmization, ou, em uma tradução livre, Otimização para Ferramentas de Busca).


O que exatamente é o SEO?


Mencionado pela primeira vez em 1997 no livro Net Results, escrito por Bob Heyman, Leland Harden e Rick Bruner, o termo SEO é definido como um conjunto de estratégias focadas em adequar postagens específicas ou todo um site de acordo com o algoritmo usado por sites de busca – principalmente o Google.

De acordo com os autores, a técnica do SEO surgiu a partir da ideia de colocar mais palavras-chave no conteúdo de um site específico. Com isso, eles perceberam que o site em questão aparecia antes nas pesquisas feitas no Google.


Assim surgiu o termo Search Engine Optmization.


Aos poucos, com o desenvolvimento tecnológico das ferramentas de busca online, as técnicas de SEO foram além de simplesmente usar palavras-chave e começaram a englobar outras alterações pontuais que se tornaram espécies de “regras” dentro do mundo do SEO.


SEO x SEM:


E mesmo que o SEO e o SEM sejam vistos como iguais por várias pessoas, eles têm algumas diferenças bem significativas, e é preciso saber exatamente o significado e a aplicação de cada um deles para saber qual a melhor opção para seu negócio. Tanto o SEO quanto o SEM têm o propósito de destacar o conteúdo do site nas ferramentas de pesquisa online, principalmente o Google. Com isso, o SEO e o SEM têm o objetivo de ajudar as postagens alcançarem um público maior e mais abrangente, mas também chegarem naquele público alvo específico.

O SEM é um termo um pouco mais amplo e se refere a todas as técnicas de marketing usadas para alavancar determinada publicação específica no Google. As técnicas do SEM englobam duas maneiras de alcançar o destaque desejado: o impulsionamento pago e orgânico.

A partir do patrocínio de links com ferramentas pode deixar sua publicação como destaque nas pesquisas no Google. Ou seja, usando técnicas do SEM, a empresa aparece antes dos resultados orgânicos da pesquisa e ela paga a partir do número de cliques que esse impulsionamento levou à postagem.

Além disso, existem táticas do SEM para que esse link ganhe destaque, mas que não envolvem um impulsionamento pago. Como vimos anteriormente, esse conjunto de táticas e estratégias que aumentam o alcanço orgânico é o que define o SEO. Ou seja, o SEO é, de certa forma, uma subdivisão do SEM - por isso a constante confusão entre os dois.

Tanto o SEO quanto o SEM podem ser elementos fundamentais para o crescimento e fortalecimento da empresa no meio digital, mas é importante analisar o conteúdo oferecido para escolher qual técnica pode ajudar mais seu negócio a atingir os objetivos esperados.


(Alguns) Elementos Importantes para a Otimização:


Para atingir o potencial máximo do SEO existem algumas técnicas direcionadas para elementos bem específicos de seu conteúdo:


- Palavras-chave: a escolha de palavras-chave afiadas e adequadas talvez o passo mais importante de todo o processo de otimização de SEO. As tais palavras-chave são espécies de pequenas pílulas de definição que resumem todo o conteúdo; são palavras que sintetizam os principais temas e abordagens da página.

A principal palavra-chave deste texto, por exemplo, é “SEO”. Afinal, ela não apenas define o assunto principal de todo o conteúdo desenvolvido, mas também é uma das palavras que mais aparecem no corpo do texto em si. Elas são listadas no momento da publicação do conteúdo e geralmente são separadas por vírgulas, além de terem uma alta densidade no conteúdo.

- Título: para uma otimização de SEO realmente interessante, o título da página faz toda a diferença. A principal palavra-chave deve estar presente no título. Mas mais do que isso, o título tem que realmente descrever o conteúdo desenvolvido: se você “enfeitar” seu título só pra chamar atenção do público, sua taxa de rejeição provavelmente vai subir (e muito!), afinal os usuários vão entrar na sua página esperando uma coisa e encontrando outra.

- URL: as URLs não recebem a atenção que deveriam receber dentro do marketing como um todo, mas são importantíssimas no SEO. URLs confusas e bagunçadas repelem usuários e possíveis clientes. Por isso, elas precisam ser únicas e representar cada página de forma direta, organizada e resumida. Ou seja, use o menor número de palavras possível.

- Imagens: dentro das ideias do SEO, simplesmente usar imagens de boa qualidade no conteúdo não é o suficiente. É importante não esquecer de renomear as imagens antes de publicá-las e correr (bem longe) de nomes extremamente genéricos como “imagem.jpg”. Em vez disso, use palavras-chave sem acento e que representem bem aquela foto.


(Terceirização):


Se você é um leitor observador e atento, você percebeu que no item acima eu usei um parêntesis para dizer que só seria possível abordar alguns dos fatores importantes dentro do processo de SEO. Isso porque um artigo como este dificilmente poderia abordar todas as minúcias e detalhes que compõem a otimização do SEO. É exatamente por isso que existem diversos cursos e profissionais na área: para ajudar cada empresa a alcançar o resultado esperado.

E como já foi discutido, a aplicação do SEO é sempre demorada e complexa, e, por isso, vale dizer que nem sempre a melhor opção é colocar o SEO em prática por si só. É claro que entender o processo e como ele funciona é de extrema importância, mas em vários casos é mais importante ainda procurar profissionais especializados que estejam acostumados a colocar a mão na massa e vão saber exatamente o que fazer.


Análise:


Outra ótima dica é usar ferramentas que façam análises da adequação de SEO de sua página. Sites como Sitechecker, Woorank, Web Page Test e SiteTrail oferecem análises que podem te mostrar erros graves do seu conteúdo, acertos, como melhor sua página, etc. O importante é pesquisar e encontrar o site que combina mais com o que você procura.

O que é SEO: o guia completo para você entender o conceito.